Lista de Maçons em Cargos de Governo (Portugal)

Esta lista foi composta por um leitor anónimo da Casa das Aranhas, e é o resultado do cruzamento de dados dos nomes que constam na lista de cerca de 1950 maçons divulgada na Internet em Julho de 2012, e está disponível na sua totalidade aqui.

A lista que foi divulgada em 2012 já estava desatualizada, e é relativa somente a uma porção dos membros do Grande Oriente Lusitano. Existem outras importantes aglomerações maçónicas, nomeadamente a Grande Loja Legal de Portugal, entre outras. Se a lista completa de nomes de maçons fosse conhecida, a listagem abaixo seria certamente várias vezes maior. Mesmo assim serve como uma importante fonte de informação para podermos perceber a escala das redes de influência que se apoderaram dos mecanismos de Estado. A infiltração destas redes de influência explica em grande parte a razão pela qual o aparato Estatal serve maioritariamente interesses privados em vez de cumprir a vontade da população.

Constatamos igualmente que vários membros do PSD constam na lista, mesmo sendo que o Grande Oriente Lusitano está historicamente mais ligado ao PS, provando mais uma vez a existência de redes secretas que transcendem divisões partidárias.

Grémio Lusitano

DEPUTADOS
(ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA, da I (1976) à XIII (2015) Legislaturas)
– António de Almeida Santos
PS

LEGISLATURAS: I (Guarda), II III IV V VI (Porto), VII VIII (Lisboa), IX (Coimbra)
Loja: Fraternidade e Justiça
– António Carlos Ribeiro Campos
PS

LEGISLATURAS: I II III IV V VI (Coimbra)
Loja: Fraternidade e Justiça
– Artur Rodrigues Pereira dos Penedos
PS

LEGISLATURAS: VI VII VIII IX (Porto)
Loja: Vinte Cinco de Abril– Carlos Manuel Luís
PS

LEGISLATURAS: IV V VI (Guarda), VII VIII IX (Europa)
Loja: Intervenção
– Fernando Alberto Pereira Marques
PS

LEGISLATURAS: VI VII (Lisboa), VIII (Coimbra)
Loja: Damião de Góis
– Fernando Manuel Lucio Marques da Costa
PS

LEGISLATURAS: VI (Viana do Castelo)
Loja: Convergência
– João António Gomes Proença
PS

LEGISLATURAS: V VI (Lisboa)
Loja: Montanha
– Jorge Lacão Costa
PS

LEGISLATURAS: III IV V VI VII VIII IX X (Santarém), XII XIII (Lisboa)
Loja: Estrela D’Alva
– Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho
PS

LEGISLATURAS: V (Lisboa), VI (Setúbal), VII (Lisboa), VIII (Setúbal), IX X (Lisboa)
Loja: Camões
– José Alberto Rebelo dos Reis Lamego
PS

LEGISLATURAS: VI VIII (Porto), X (Lisboa)
Loja: Ocidente
– José Apolinário Nunes Portada
PS

LEGISLATURAS: IV V VI VIII IX X XIII (Faro)
Loja: O Futuro
– José Barbosa Mota
PS

LEGISLATURAS: III IV V VI (Aveiro)
Loja: Atlântico
– José Rodrigues Pereira dos Penedos
PS

LEGISLATURAS: VI VIII (Coimbra)
Loja: José Estevão
– Luís Manuel Capoulas Santos
PS

LEGISLATURAS: VI VII IX XIII(Évora)
Loja: Ocidente
– Raúl Fernando Sousela da Costa Brito
PS

LEGISLATURAS: III IV V VI (Porto)
Loja: Vitória
– Rui António Ferreira da Cunha
PS

LEGISLATURAS: I V VI VII (Lisboa), VIII IX (Beja), X (Lisboa)
Loja: Simpatia e União
– Rui do Nascimento Rabaça Vieira
PS

LEGISLATURAS: IV V VI VII (Leiria), VIII IX X (Lisboa)
Loja: Intervenção
– Alberto Marques de Oliveira e Silva
PS

LEGISLATURAS: I II IV V VI (Viana do Castelo)
Loja: República
– Fernando Pedro Peniche de Sousa Moutinho
PSD

LEGISLATURAS: VII IX (Lisboa)
Loja: Do Castelo
– José Carlos da Cruz Lavrador
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Castelo Branco)
Loja: Camões
– Horácio André Antunes
PS

LEGISLATURAS: X XI (Coimbra)
Loja: Fraternidade e Justiça
– José Carlos das Dores Zorrinho
PS

LEGISLATURAS: VII VIII IX X XI XII (Évora)
Loja: Lusitânia
– João Cardona Gomes Cravinho
PS

LEGISLATURAS: I (Setúbal), II IV V VI VII (Lisboa), VIII IX (Aveiro), X (Faro)
Loja: O Futuro
– Acácio Manuel de Frias Barreiros
PS

LEGISLATURAS: I III VI VII VIII IX (Lisboa)
Loja: O Futuro
– Alberto de Sousa Martins
PS

LEGISLATURAS: V (Porto), VI (Braga), VII IX X XI XII XIII (Porto)
Loja: Vitória
– José Manuel Marques da Silva Lemos
PS

LEGISLATURAS: VI VII VIII (Porto)
Loja: Universalis
– José Miguel Abreu de Figueiredo Medeiros
PS

LEGISLATURAS: VIII IX X XI XIII (Leiria)
Loja: Intervenção
– Nuno Manuel Pereira Baltazar Mendes
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Lisboa)
Loja: Século XXI
– Artur Miguel Claro da Fonseca Mora Coelho
PS

LEGISLATURAS: VII VIII IX X XI XII XIII (Lisboa)
Loja: Liberdade e Justiça
– Rui José da Costa Pereira
PS

LEGISLATURAS: XI XII (Lisboa)
Loja: Liberdade
– Joaquim Barbosa Ferreira Couto
PS

LEGISLATURAS: X (Porto)
Loja: Estrela do Norte
– António Manuel Dias Baptista
PS

LEGISLATURAS: VIII (Lisboa)
Loja: Arcádia
– José Manuel Rosa do Egípto
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Lisboa)
Loja: Liberdade e Justiça
– Gonçalo Matos Correia de Almeida Velho
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Lisboa)
Loja: Liberdade e Justiça
– António Manuel de Carvalho Ferreira Vitorino

UEDS, LEGISLATURAS: II III (Porto)

PS, LEGISLATURAS: IV (Braga), V (Guarda), VII X (Setúbal)
Loja: Convergência
– Fausto de Sousa Correia
PS

LEGISLATURAS: IV VII VIII IX (Coimbra)
Loja: Revolução
– José Afonso Teixeira de Magalhães Lobão
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Porto)
Loja: União
– António Fernando Marques Ribeiro Reis
PS

LEGISLATURAS: I II (Santarém), VII (Aveiro), VIII (Braga)
Loja: Estrela D’Alva
– António Bento da Silva Galamba
PS

LEGISLATURAS: VII VIII IX X XI (Lisboa)
Loja: Liberdade e Justiça
– José Carlos Pinto Basto Mota Torres
PS

LEGISLATURAS: III IV V VIII (Madeira)
Loja: Camões
– Alexandre Antonio Alves Chaves
PS

LEGISLATURAS: VIII (Vila Real)
Loja: Triângulo Chaves
– Luis Manuel Ferreira Parreirão Gonçalves
PS

LEGISLATURAS: VIII (Coimbra)
Loja: Fernandes Tomás
– José Antonio Ribeiro Mendes
PS

LEGISLATURAS: VII (Santarém)
Loja: Século XXI
– António Ribeiro Gameiro
PS

LEGISLATURAS: X XI XII XIII (Santarém)
Loja: Cidadania e Laicidade
– Carlos Alberto Dias dos Santos
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Guarda)
Loja: Vinte Cinco de Abril
– José Miguel Marques Boquinhas
PS

LEGISLATURAS: VIII (Lisboa)
Loja: Universalis
– Pedro Ricardo Cavaco Castanheira Jorge
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Coimbra)
Loja: Fraternidade e Justiça
– Vitalino José Ferreira Prova Canas
PS

LEGISLATURAS: IX X (Santarém), XI XII XIII (Lisboa)
Loja: Convergência
– António José Santinho Pacheco
PS

LEGISLATURAS: VIII XIII (Guarda)
Loja: Fraternidade e Justiça
– Vitor Manuel Sampaio Caetano Ramalho
PS

LEGISLATURAS: VIII (Vila Real), IX X (Setúbal)
Loja: Ocidente
– Filipe Mesquita Vital
PS

LEGISLATURAS: VII VIII (Faro)
Loja: Sete Colinas
– José Manuel Pereira Ribeiro
PS

LEGISLATURAS: X XI (Porto)
Loja: Passos Manuel
– João Barroso Soares
PS

LEGISLATURAS: V IX X (Lisboa), XI XII (Faro), XIII (Lisboa)
Loja: Simpatia e União
– José Luís Ribeiro dos Santos
PSD

LEGISLATURAS: IX (Santarém)
Loja: Ocidente
– Francisco Manuel Coelho Ferreira Pimentel
PSD

LEGISLATURAS: IX (Castelo Branco)
Loja: Redenção
– Pedro Artur Barreirinhas Sales Guedes Coimbra
PS

LEGISLATURAS: IX XIII (Coimbra)
Loja: Cidadania e Laicidade
– Salvador Manuel Correia Massano Cardoso
PSD

LEGISLATURAS: IX (Coimbra)
Loja: Ocidente
– Emídio Guerreiro
PSD

LEGISLATURAS: X XI XII XIII (Braga)
Loja: Vinte Cinco de Abril
– Luís Miguel Pereira de Almeida
PSD

LEGISLATURAS: X (Coimbra)
Loja: Madrugada
– Vasco Seixas Duarte Franco
PS

LEGISLATURAS: X (Lisboa)
Loja: Século XXI
– Luís Paulo Costa Maldonado Gonelha
PS

LEGISLATURAS: XI (Setúbal)
Loja: Cidadania e Laicidade
– Pedro Nuno Mazeda Pereira Neto Rodrigues
PSD

LEGISLATURAS: XI (Braga)
Loja: Lusíadas Renascida
– Manuel José de Faria Seabra Monteiro
PS

LEGISLATURAS: XI XII (Porto)
Loja: Vitória
– Fernando José dos Santos Anastácio
PS

LEGISLATURAS: XIII (Faro)
Loja: Utopia
– António Paulo Martins Pereira Coelho
PSD

LEGISLATURAS: IV V (Coimbra), VI (Fora da Europa), VIII IX X (Coimbra)
Loja: Coerência
– Fernando dos Reis Condesso
PSD

LEGISLATURAS: I II III IV V VI (Santarém)
Loja: Universalis
– António Joaquim Almeida Henriques
PSD

LEGISLATURAS: IX X XI XII (Viseu)
Loja: Alberto Sampaio
– António Ramos Preto
PS

LEGISLATURAS: IX X XI XII (Lisboa)
Loja: Século XXI
– Fernando Manuel Amaro Pratas
PS

LEGISLATURAS: X (Santarém)
Loja: Cidadania e Laicidade
– Pedro Manuel Farmhouse Simões Alberto
PS

LEGISLATURAS: X XI XII (Lisboa)
Loja: Madrugada

DEPUTADOS (ASSEMBLEIA CONSTITUINTE, 1975)

– Mário Manuel Cal Brandão (PS, Círculo eleitoral de Aveiro)
Loja: Vitória

– António Carlos Ribeiro Campos (PS, Círculo eleitoral de Coimbra)
Loja: Fraternidade e Justiça

– António Duarte Arnaut (PS, Círculo eleitoral de Coimbra)
Loja: Redenção

– Manuel Francisco da Costa (PS, Círculo eleitoral de Coimbra)
Loja: Fraternidade e Justiça

– Vítor Manuel Brás (PS, Círculo eleitoral de Coimbra)
Loja: Fernandes Tomás

– Pedro Amadeu de Albuquerque Santos Coelho (PS, Círculo eleitoral de Évora)
Loja: Universalis

– Luís Maria Kalidás Costa Barreto (PS, Círculo eleitoral de Leiria)
Loja: Universalis

– Aquilino Ribeiro Machado (PS, Círculo eleitoral de Lisboa)
Loja: Liberdade

– Francisco Manuel Marcelo Monteiro Curto (PS, Círculo eleitoral de Lisboa)
Loja: Liberdade

– Gualter Viriato Nunes Basílio (PS, Círculo eleitoral de Lisboa)
Loja: José Estevão

– Nuno Maria Monteiro Godinho de Matos (PS, Círculo eleitoral de Lisboa)
Loja: Liberdade e Justiça

– Rui António Ferreira da Cunha (PS, Círculo eleitoral de Lisboa)
Loja: Simpatia e União

– Emídio Guerreiro (PPD, Círculo eleitoral de Porto)
Loja: Vinte Cinco de Abril

– Manuel de Sousa Ramos (PS, Círculo eleitoral de Porto)
Loja: Vitória

– António Fernando Marques Ribeiro Reis (PS, Círculo eleitoral de Santarém)
Loja: Estrela D’Alva

– Álvaro Ribeiro Monteiro (MDP/CDE, Círculo eleitoral de Setúbal)
Loja: Sete Colinas

– Alberto Marques de Oliveira e Silva (PS, Círculo eleitoral de Viana do Castelo)
Loja: República

– Manuel Alfredo Tito de Morais (PS, Círculo eleitoral de Viana do Castelo)
Loja: José Estevão

– João Alfredo Félix Vieira de Lima (PS, Círculo eleitoral de Viseu)
Loja: Alberto Sampaio

CANDIDATOS NAS ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU (21 a 24 Candidatos Efectivos por Partido)

ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU (2004)

– Fausto de Sousa Correia (PS – CANDIDATO EFECTIVO 7ª posição)
Loja: Revolução

– Luís Manuel Capoulas Santos (PS – CANDIDATO EFECTIVO 9ª posição)
Loja: Ocidente

ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU (2014)

– José Carlos das Dores Zorrinho (PS – CANDIDATO EFETIVO 3ª posição na lista – ELEITO)
Loja: Lusitânia

– Diogo Feijó Leão Campos Rodrigues (PS – CANDIDATO EFETIVO 15ª posição)
Loja: Humanitas

– Ricardo João Gaio Alves (LIVRE – L – CANDIDATO EFETIVO 9ª posição)
Loja: Madrugada

ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU (2009)

– Luís Manuel Capoulas Santos (PS – CANDIDATO EFECTIVO 3ª posição – ELEITO)
Loja: Ocidente

– José Carlos das Dores Zorrinho (PS – CANDIDATO SUPLENTE 1ª posição)
Loja: Lusitânia

– Manuel Gonçalves Martins (B.E. – CANDIDATO EFETIVO 8ª posição)
Loja: União

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DE 2013: CANDIDATOS ÀS PRESIDÊNCIAS DE CÂMARA

– José Barbosa da Mota (Candidato, PS, Espinho)
Loja: Atlântico

– Manuel Augusto Soares Machado (Presidente, PS, Coimbra)
Loja: A Revolta

– Nuno Miguel Martins Rondão Moita da Costa (Presidente, PS, Condeixa-a-Nova)
Loja: Cidadania e Laicidade

– Luis Miguel Pereira de Almeida (Candidato, PPD/PSD.CDS-PP.PPM.MPT, Figueira da Foz)
Loja: Madrugada

– José Carlos Baptista Garrucho (Candidato, Grupo de Cidadãos III, Mira)
Loja: 8 de Maio

– Carlos Manuel da Silva Páscoa (Candidato, PPD/PSD.CDS-PP.PPM, Soure)
Loja: A Revolta

– Olimpio Manuel Vidigal Galvão (Candidato, PS, Montemor-o-Novo)
Loja: Aurora Alentejana

– Fernando José dos Santos Anastácio (Candidato, PS, Albufeira)
Loja: Utopia

– José António de Sousa Canha (Candidato, PS, Alcobaça)
Loja: Gomes Freire

– João Luís Costa Nunes (Candidato, PS, Loures)
Loja: Liberdade e Justiça

– Elísio Costa Santos Summavielle (Candidato, PS, Mafra)
Loja: Simpatia e União

– Pedro Miguel da Silva Coelho dos Santos (Candidato, PS, Sobral de Monte Agraço)
Loja: O Futuro

– Celso Manuel Gomes Ferreira (Presidente, PPD/PSD, Paredes)
Loja: Obreiros do Trabalho

– Joaquim Barbosa Ferreira Couto (Presidente, PS, Santo Tirso)
Loja: Estrela do Norte

– José Manuel Pereira Ribeiro (Presidente, PS, Valongo)
Loja: Passos Manuel

– Pedro Alexandre Ramos Marques (Candidato, Grupo de Cidadãos I ,Tomar)
Loja: Camões

– José Manuel Torres Couto (Candidato, PS, Alcácer do Sal)
Loja: Simpatia e União

– Manuel da Silva de Oliva (Candidato, CDS-PP, Sátão)
Loja: Delta

– Cílio Pereira Correia (Candidato, PS, Tondela)
Loja: Ocidente

– António Joaquim Almeida Henriques (Presidente, PPD/PSD, Viseu)
Loja: Alberto Sampaio

GOVERNOS CONSTITUCIONAIS:

I GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: Mário Soares)

– Jose Maria Roque Lino (Secretario De Estado Da Comunicação Social)
Loja: Acácia

– Joao Soares Louro (Subsecretário De Estado Da Comunicação Social)
Loja: Alberto Sampaio

– Antonio Carlos Ribeiro Campos (Secretario De Estado Do Fomento Agrario)
Loja: Fraternidade E Justiça

– Pedro Amadeu De Albuquerque Santos Coelho (Secretario De Estado Das Pescas)
Loja: Universalis

– Francisco Manuel Marcelo Monteiro Curto (Ministro Do Trabalho)
Loja: Liberdade

– Antonio Manuel Maldonado Gonelha (Secretario De Estado Do Trabalho / Ministro Do Trabalho)
Loja: Tolerância

– Joao Alfredo Felix Vieira De Lima (Secretario De Estado Da Emigração / Secretario De Estado Dos Negócios Estrangeiros E Da Emigração)
Loja: Alberto Sampaio

– Antonio De Almeida Santos (Ministro Da Justiça)
Loja: Fraternidade E Justiça

– Manuel Alfredo Tito De Morais (Secretario De Estado Da Populacao E Emprego)
Loja: José Estevão

II GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: Mário Soares)

– Antonio Manuel Maldonado Gonelha (Ministro Do Trabalho)
Loja: Tolerância

– Antonio Carlos Ribeiro Campos (Secretario De Estado Da Estruturação Agraria)
Loja: Fraternidade E Justiça

– Antonio Duarte Arnaut (Ministro Dos Assuntos Sociais)
Loja: Redenção

– Carlos Eduardo Ferro Gomes (Secretario De Estado Da Habitação)
Loja: Do Castelo

– Jose Gomes Fernandes (Secretario De Estado Do Ordenamento Fisico E Ambiente)
Loja: União

– Antonio Fernando Marques Ribeiro Dos Reis (Secretario De Estado Da Cultura)
Loja: Estrela D’alva

– Joao Alfredo Felix Vieira De Lima (Secretario De Estado Dos Negócios Estrangeiros E Da Emigração)
Loja: Alberto Sampaio

– Alberto Marques De Oliveira E Silva (Ministro Da Administração Interna)
Loja: República

– Antonio De Almeida Santos (Ministro Adjunto Do Primeiro-Ministro)
Loja: Fraternidade E Justiça

III GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: A. Nobre da Costa) 

Sem resultados.

IV GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: C. A. Mota Pinto)

Sem resultados.

V GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: M. L. Pintassilgo)

Sem resultados.

VI GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: F. Sá Carneiro / D. Freitas do Amaral)

Sem resultados.

VII GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: F. Pinto Balsemão)

– Luis De Oliveira Fontoura (Secretario De Estado Da Comunicação Social)
Loja: Convergência

VIII GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: F. Pinto Balsemão)

– Luis De Oliveira Fontoura (Secretario De Estado Da Cooperação E Desenvolvimento)
Loja: Convergência

IX GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: Mário Soares)

– Antonio Carlos Ribeiro Campos (Secretario De Estado Adjunto Do Primeiro Ministro)
Loja: Fraternidade E Justiça

– Antonio De Almeida Santos (Ministro De Estado E Ministro Dos Assuntos Parlamentares)
Loja: Fraternidade E Justiça

– Antonio Manuel De Carvalho Ferreira Vitorino (Secretario De Estado Dos Assuntos Parlamentares)
Loja: Convergência

– Jose Augusto Seabra (Ministro Da Educação)
Loja: União

– Vitor Manuel Sampaio Caetano Ramalho (Secretario De Estado Do Trabalho)
Loja: Ocidente

– Antonio Manuel Maldonado Gonelha (Ministro Da Saude)
Loja: Tolerância

– Joao Rosado Correia (Ministro Do Equipamento Social)
Loja: Vitória

XIII GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: António Guterres)

– Vitalino Jose Ferreira Prova Canas (Secretario De Estado Da Presidência Do Conselho De Ministros)
Loja: Convergência

– Jose Rodrigues Pereira Dos Penedos (Secretario De Estado Da Energia / Secretario De Estado Da Defesa)
Loja: José Estevão

– Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho (Ministro Da Administração Interna / Ministro Adjunto)
Loja: Camões

– Luis Manuel Ferreira Parreirao Goncalves (Secretario De Estado Da Administração Interna)
Loja: Fernandes Tomás

– Joao Cardona Gomes Cravinho (Ministro Do Planeamento E Administração Do Território / Ministro Do Equipamento, Do Planeamento E Da Administração Do Território)
Loja: O Futuro

– Vitor Manuel Sampaio Caetano Ramalho (Secretario De Estado Adjunto Do Ministro Da Economia)
Loja: Ocidente

– Luis Manuel Capoulas Santos (Secretario De Estado Da Agricultura E Desenvolvimento Rural / Ministro Da Agricultura, Desenvolvimento Rural E Das Pescas)
Loja: Ocidente

– Luis Medeiros Vieira (Secretario De Estado Da Modernização Agricola E Da Qualidade Alimentar)
Loja: José Estevão

– Jose Apolinario Nunes Portada (Secretario De Estado Das Pescas)
Loja: O Futuro

– Rui António Ferreira Da Cunha (Secretario De Estado Da Inserção Social)
Loja: Simpatia E União

– Antonio Manuel De Carvalho Ferreira Vitorino (Ministro Da Presidência / Ministro Da Defesa Nacional)
Loja: Convergência

– Fausto De Sousa Correia (Secretario De Estado Da Administração Publica)
Loja: Revolução

– Jose Alberto Rebelo Dos Reis Lamego (Secretario De Estado Dos Negócios Estrangeiros E Da Cooperação)
Loja: Ocidente

XIV GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: António Guterres)

– Vitalino Jose Ferreira Prova Canas (Secretario De Estado Da Presidência Do Conselho De Ministros)
Loja: Convergência

– Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho (Ministro Da Presidência / Ministro De Estado / Ministro Do Equipamento Social)
Loja: Camões

– Ricardo Paixão Moreira Sa Fernandes (Secretario De Estado Dos Assuntos Fiscais)
Loja: Liberdade

– Luis Manuel Capoulas Santos (Ministro Da Agricultura, Desenvolvimento Rural E Pescas)
Loja: Ocidente

– Luis Medeiros Vieira (Secretario De Estado Dos Mercados Agrícolas E Da Qualidade Alimentar / Secretario De Estado Da Agricultura)
Loja: José Estevão

– Jose Apolinario Nunes Portada (Secretario De Estado Das Pescas)
Loja: O Futuro

– Rui António Ferreira Da Cunha (Secretario De Estado Do Trabalho E Da Solidariedade / Secretario De Estado Adjunto E Dos Transportes / Secretario De Estado Adjunto Do Ministro Do Trabalho E Da Solidariedade)
Loja: Simpatia E União

– Vitor Manuel Sampaio Caetano Ramalho (Secretario De Estado Adjunto Do Ministro Da Economia)
Loja: Ocidente

– Rui Carlos Pereira (Secretario De Estado Da Administração Interna)
Loja: Convergência

– Jose Miguel Marques Boquinhas (Secretario De Estado Da Saúde)
Loja: Universalis

– Jose Manuel Vieira Conde Rodrigues (Secretario De Estado Da Comunicação Social)
Loja: Lusitânia

– Acacio Manuel De Frias Barreiros (Secretario De Estado Para A Defesa Do Consumidor)
Loja: O Futuro

– Alberto De Sousa Martins (Ministro Da Reforma Do Estado E Da Administração Publica)
Loja: Vitória

– Luis Manuel Ferreira Parreirão Goncalves (Secretario De Estado Adjunto E Das Obras Publicas)
Loja: Fernandes Tomás

– Jose Carlos Das Dores Zorrinho (Secretario De Estado Adjunto Do Ministro Da Administração Interna)
Loja: Lusitânia

– Fausto De Sousa Correia (Secretario De Estado Dos Assuntos Parlamentares / Secretario De Estado Adjunto Do Ministro De Estado / Secretario De Estado Adjunto Do Primeiro-Ministro)
Loja: Revolução

XV GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: J. M. Durão Barroso)

Sem resultados.

XVI GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: P. Santana Lopes)

– António Paulo Martins Pereira Coelho (Secretario De Estado Da Administração Local / Secretario De Estado Adjunto Do Ministro Da Administração Interna)
Loja: Coerência

XVII GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: José Sócrates)

– Rui Carlos Pereira (Ministro Da Administração Interna)
Loja: Convergência

– Jose Miguel Abreu De Figueiredo Medeiros (Secretario De Estado Da Proteção Civil)
Loja: Intervenção

– Jose Manuel Vieira Conde Rodrigues (Secretario De Estado Adjunto E Da Justica)
Loja: Lusitânia

– Jorge Lacão Costa (Secretario De Estado Da Presidência Do Conselho De Ministros)
Loja: Estrela D’alva

– Antonio Jose De Castro Guerra (Secretario De Estado Adjunto, Da Industria E Da Inovação)
Loja: Liberdade

– Luis Medeiros Vieira (Secretario De Estado Adjunto Da Agricultura E Das Pescas)
Loja: José Estevão

XVIII GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: José Sócrates)

– Rui Carlos Pereira (Ministro Da Administração Interna)
Loja: Convergência

– Alberto De Sousa Martins (Ministro Da Justiça)
Loja: Vitória

– Jorge Lacão Costa (Ministro Dos Assuntos Parlamentares)
Loja: Estrela D’Alva

– José Manuel Gouveia Almeida Ribeiro (Secretário De Estado Adjunto Do Primeiro-Ministro)
Loja: Universalis

– José Manuel Vieira Conde Rodrigues (Secretário De Estado Adjunto Do Ministro Da Administração Interna)
Loja: Lusitânia

– Vasco Seixas Duarte Franco (Secretário De Estado Da Proteção Civil)
Loja: Século XXI

– José Carlos Das Dores Zorrinho (Secretário De Estado Da Energia E Inovação)
Loja: Lusitânia

– Luís Medeiros Vieira (Secretário De Estado Da Agricultura E Pescas)
Loja: José Estevão

– Elísio Costa Santos Summavielle (Secretário De Estado Da Cultura)
Loja: Simpatia E União

XIX GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: P. Passos Coelho)

– Emídio Guerreiro (Secretário de Estado do Desporto e Juventude)
Loja: Vinte Cinco de Abril

– António Joaquim Almeida Henriques (Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional)
Loja: Alberto Sampaio

XX Governo Constitucional (Primeiro Ministro: P. Passos Coelho)

– Luís Álvaro Barbosa de Campos Ferreira (Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação)
Loja: Liberdade e Justiça

– Emídio Guerreiro (Secretário de Estado do Desporto e Juventude)
Loja: Vinte Cinco de Abril

XXI GOVERNO CONSTITUCIONAL (Primeiro Ministro: António Costa)

– João Barroso Soares (Ministro da Cultura)
Loja: Simpatia e União

– Luís Manuel Capoulas Santos ( Ministro da Agricultura Florestas e Desenvolvimento Rural)
Loja: Ocidente

– João Pedro do Rego dos Santos Vasconcelos (Secretário de Estado da Indústria)
Loja: Camões

– Carlos Manuel Martins (Secretário de Estado do Ambiente)
Loja: Madrugada

– Luís Medeiros Vieira (Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação)
Loja: José Estevão

– José Apolinário Nunes Portada (Secretário de Estado das Pescas)
Loja: O Futuro

GOVERNADORES CIVIS A PARTIR DE 1974

– Aveiro
– José Barbosa Mota (2009 a 2011)
Loja: Atlântico

– Coimbra
– Fernando Baeta Cardoso do Vale (1976 a 1980)
Loja: Redenção

– Carlos Alberto Raposo Santana Maia (1983 a 1986)
Loja: Fraternidade e Justiça

– Horácio André Antunes (1999 a 2002)
Loja: Fraternidade e Justiça

– Henrique José Lopes Fernandes (2005 a 2011)
Loja: A Revolta

– Évora
– Manuel Francisco da Costa (1976 a 1978)
Loja: Fraternidade e Justiça

– Fausto Lucas Martins (1978 a 1980)
Loja: Alberto Sampaio

– Guarda
– António José Santinho Pacheco (2009 a 2011)
Loja: Fraternidade e Justiça

– Leiria
– Joaquim da Rocha e Silva (1974 a 1979)
Loja: Gomes Freire

– José Miguel Abreu de Figueiredo Medeiros (2005 a 2008)
Loja: Intervenção

– José Humberto Santos Paiva de Carvalho (2008 a 2011)
Loja: Redenção

– Lisboa
– António Bento da Silva Galamba (2009 a 2011)
Loja: Liberdade e Justiça

– Porto
– Mário Manuel Cal Brandão (1974 a 1980)
Loja: Vitória

– Mário Manuel Cal Brandão (1983 a 1985)
Loja: Vitória

– Joaquim Barbosa Ferreira Couto (1999 a 2002)
Loja: Estrela do Norte

– Santarém
– José Luís Ribeiro dos Santos (1991 a 1994)
Loja: Ocidente

– Viana do Castelo
– Alberto Marques de Oliveira e Silva (1976 a 1980)
Loja: República

– Alberto Marques de Oliveira e Silva (1995 a 2002)
Loja: República
– Vila Real

– Alexandre António Alves Chaves (2009 a 2011)
Loja: Triângulo Chaves

MEMBROS FUNDADORES DO PARTIDO SOCIALISTA

– Alberto Marques de Oliveira e Silva
Loja: República

– António Duarte Arnaut
Loja: Redenção

– António Carlos Campos (António Carlos Ribeiro Campos? – deputado do PS por Coimbra na Assembleia Constituinte)
Loja: Fraternidade e Justiça

– António Fernando Marques Ribeiro dos Reis
Loja: Estrela D’Alva

– Francisco Manuel Marcelo Monteiro Curto
Loja: Liberdade

– Gustavo Soromenho
Loja: Liberdade

– João Gomes (João Joaquim Gomes?)
Loja: Montanha

– João Lima (João Alfredo Felix Vieira de Lima? – deputado do PS por Viseu na Assembleia Constituinte)
Loja: Alberto Sampaio

– Joaquim Rocha e Silva
Loja: Gomes Freire

– José Maria Roque Lino
Loja: Acácia

– Liberto Cruz (Liberto da Fonseca Ribeiro da Cruz?)
Loja: Montanha

– Manuel Alfredo Tito de Morais
Loja: José Estevão

– Mário Manuel Cal Brandão
Loja: Vitória

– Nuno Maria Monteiro Godinho de Matos
Loja: Liberdade e Justiça

– Pedro Coelho (Pedro Amadeu de Albuquerque Santos Coelho? – deputado do PS por Évora na Assembleia Constituinte)
Loja: Universalis

14 Comments

  1. Assim como eles se reunem em segredo para acabar com a soberania em Portugal… convido à um grupo de patriotas Portugueses a reunir-se a fim de preparar estrategias para exteminar com estes parasitas infiltrados na nossa politica.

  2. Relativamente aos nomes da lista de deputados, governantes, etc divulgada neste “post”, pode dizer-se o seguinte:

    – de 1975 a 2016 houve 3603* mandatos de deputados, dos quais 3100* foram exercidos por homens. Destes 3100, pelo menos 268** foram ocupados por elementos que estão na lista de nomes masculinos de maçons que foi divulgada em 2012, o que corresponde a uma percentagem de 8.6%. Conclui-se assim que nos últimos 40 anos uma pequena parte da maçonaria (uma fracção do GOL, Grande Oriente Lusitano) tem mantido uma representação média no Parlamento de 8.6%. Como se estima que a parte da maçonaria abrangida pela lista divulgada em 2012 corresponda a apenas 10 a 40% da maçonaria portuguesa, os 8.6% transformam-se facilmente em percentagens de mais de 20% a 80% dos deputados portugueses. Estima-se assim que uma parte muito significativa do parlamento português tenha feito estranhos juramentos a sociedades secretas que potencialmente podem entrar em conflito com o cargo que exercem. Por outro lado, esses deputados podem representar interesses de organizações que o povo português desconhece e que são mantidos secretos através de um elaborado esquema de palavras-passe, linguagens secretas
    (gestuais, simbólicas, etc) e outros estratagemas escondidos, como a utilização de datas, nomes e locais codificados, o que é habitual desde há séculos nas várias ordens maçónicas.

    – a lista publicada neste post da Casa das Aranhas foi também enviada para vários meios de comunicação social (TVs, jornais nacionais e locais) e a jornalistas individualmente. Não apareceu até agora nenhuma notícia nestes meios de comunicação social sobre o assunto deste post. Este facto permite inferir que o domínio da maçonaria nos media é igualmente importante e que ela estará interessada em que não se saiba que os portugueses têm votado, SEM O SABER, massivamente em maçons para elaborar as suas leis e para os governar, desde há décadas. A informação, muito difundida, de que a maçonaria não tem uma influência significativa na sociedade é manifestamente falsa.

    – apelo a que os cidadãos deste país se interessem por este tema e que o procurem investigar por si, aplicando metodicamente a dúvida a toda a informação veiculada nos media tradicionais. A lista de nomes de maçons divulgada em 2012 é muito credível e oferece-nos uma oportunidade de ouro para tornar a democracia um pouco mais transparente.

    * – dados da PORDATA, http://www.pordata.pt/en/Portugal/Mandates+in+the+elections+for+the+Parliament+total+and+by+sex-2258

    ** – a partir das informações deste post da Casa das Aranhas.

  3. Relativamente aos nomes da lista de deputados, governantes, etc divulgada neste “post”, pode dizer-se o seguinte:

    – de 1975 a 2016 houve 3603* mandatos de deputados, dos quais 3100* foram exercidos por homens. Destes 3100, pelo menos 268 foram ocupados por elementos que estão na lista de nomes masculinos de maçons que foi divulgada em 2012, o que corresponde a uma percentagem de 8.6%. Conclui-se assim que nos últimos 40 anos uma pequena parte da maçonaria (uma fracção do GOL, Grande Oriente Lusitano) tem mantido uma representação média no Parlamento de 8.6%. Como se estima que a parte da maçonaria abrangida pela lista divulgada em 2012 corresponda a apenas 10 a 40% da maçonaria portuguesa, os 8.6% transformam-se facilmente em percentagens de mais de 20% a 80% dos deputados portugueses. Estima-se assim que uma parte muito significativa do parlamento português tenha feito estranhos juramentos a sociedades secretas que potencialmente podem entrar em conflito com o cargo que exercem. Por outro lado, esses deputados podem representar interesses de organizações que o povo português desconhece e que são mantidos secretos através de um elaborado esquema de palavras-passe, linguagens secretas
    (gestuais, simbólicas, etc) e outros estratagemas escondidos, como a utilização de datas, nomes e locais codificados, o que é habitual desde há séculos nas várias ordens maçónicas.

    – a lista publicada neste post da Casa das Aranhas foi também enviada para vários meios de comunicação social (TVs, jornais nacionais e locais) e a jornalistas individualmente. Não apareceu até agora nenhuma notícia nestes meios de comunicação social sobre o assunto deste post. Este facto permite inferir que o domínio da maçonaria nos media é igualmente importante e que ela estará interessada em que
    não se saiba que os portugueses têm votado, SEM O SABER, massivamente em maçons para elaborarem as suas leis e para os governar, desde há décadas. A informação, muito difundida, de que a maçonaria não tem uma influência significativa na sociedade é manifestamente falsa.

    – apelo a que os cidadãos deste país se interessem por este tema e que o procurem investigar por si, aplicando metodicamente a dúvida a
    toda a informação veiculada nos media tradicionais. A lista de nomes de maçons divulgada em 2012 é muito credível e oferece-nos uma oportunidade de ouro para tornar a democracia um pouco mais transparente.

    * – dados da PORDATA, http://www.pordata.pt/en/Portugal/Mandates+in+the+elections+for+the+Parliament+total+and+by+sex-2258

  4. Relativamente aos nomes da lista de deputados, governantes, etc divulgada neste “post”, pode dizer-se o seguinte:

    – de 1975 a 2016 houve 3603* mandatos de deputados, dos quais 3100* foram exercidos por homens. Destes 3100, pelo menos 268 foram ocupados por elementos que estão na lista de nomes masculinos de maçons que foi divulgada em 2012, o que corresponde a uma percentagem de 8.6%. Conclui-se assim que nos últimos 40 anos uma pequena parte da maçonaria (uma fracção do GOL, Grande Oriente Lusitano) tem mantido uma representação média no Parlamento de 8.6%. Como se estima que a parte da maçonaria abrangida pela lista divulgada em 2012 corresponde a apenas 10 a 40% da maçonaria portuguesa, os 8.6% transformam-se facilmente em percentagens de mais de 20% a 80% dos deputados portugueses. Estima-se assim que uma parte muito significativa do parlamento português tenha feito estranhos juramentos a sociedades secretas que potencialmente podem entrar em conflito com o cargo que exercem. Por outro lado, esses deputados podem representar interesses de organizações
    que o povo português desconhece e que são mantidos secretos através de um elaborado esquema de palavras-passe, linguagens secretas (gestuais, simbólicas, etc) e outros estratagemas escondidos, como a utilização de datas, nomes e locais codificados, o que é habitual desde há séculos nas várias ordens maçónicas.

    – a lista publicada neste post da Casa das Aranhas foi também enviada para vários meios de comunicação social (TVs, jornais nacionais e locais) e a jornalistas individualmente. Não apareceu até agora nenhuma notícia nestes meios de comunicação social sobre o assunto deste post. Este facto permite inferir que o domínio da maçonaria nos media é igualmente importante e que ela estará interessada em que não se saiba que os portugueses têm votado, SEM O SABER, massivamente em maçons para elaborarem as suas leis e para os governar, desde há décadas. A informação, muito difundida, de que a maçonaria não tem uma influência significativa na sociedade é manifestamente falsa.

    – apelo a que os cidadãos deste país se interessem por este tema e que o procurem investigar por si, aplicando metodicamente a dúvida a toda a informação veiculada nos media tradicionais. A lista de nomes de maçons divulgada em 2012 é muito credível e oferece-nos uma oportunidade de ouro para tornar a democracia um pouco mais transparente.

    * – dados da PORDATA, http://www.pordata.pt/en/Portugal/Mandates+in+the+elections+for+the+Parliament+total+and+by+sex-2258

  5. Fernando Baeta Cardoso do Valle foi um maçom fundador do PS que deve ser acrescentado à lista apresentada no post.

    Na última semana confirmaram-se em Coimbra algumas das ligações fraternas entre maçons da lista publicada em 2012: Manuel Augusto Soares Machado, do PS, actual presidente da Câmara Municipal desta cidade e maçon da loja “A Revolta”, inaugurou no dia 19-5-2016 um monumento numa rotunda da cidade [1] homenageando o médico Fernando Baeta Cardoso do Valle [2], maçon da loja “Redenção”. O
    monumento tem a forma de uma coluna (símbolo maçónico) e é da autoria de Dimas Manuel Simas da Costa Lopes, maçon da loja “Vitorino Nemésio”. A avenida onde se situa o monumento passará a chamar-se Avenida Fernando Valle. Para além de permitir confirmar a
    veracidade da lista de maçons publicada em 2012, esta informação confirma o padrão, que parece existir, de muitos nomes de ruas e de monumentos das nossas cidades serem atribuídos a maçons, podendo os trabalhos ser encomendados a maçons por presidentes de instituições públicas também eles maçons.

    Por outro lado, surgiram recentemente notícias sobre as candidaturas à Federação Distrital do PS em Coimbra [3], onde os dois candidatos são ambos maçons da lista (Pedro Artur Barreirinhas Sales Guedes Coimbra, da loja “Cidadania e Laicidade” e António Manuel dos Santos Arnaut, filho de António Duarte Arnaut, ambos da loja “Redenção” – os três aparecem na lista de maçons publicada em 2012). Os processos eleitorais têm sido atribulados, com acusações de fraude e não é a primeira vez que acontece apenas haver candidatos maçons em eleições locais do PS em Coimbra. Possivelmente o mesmo acontece com outros partidos e com outras localidades.

    Referências:
    [1] – http://www.diariocoimbra.pt/noticia/5966 (“Fernando Valle dará nome a avenida em Coimbra”)
    [2] – https://www.publico.pt/politica/noticia/morreu-fernando-valle-fundador-do-ps-1209398
    [3] – http://www.jn.pt/nacional/interior/arnaut-abandona-processo-eleitoral-viciado-no-pscoimbra-5172092.html

  6. José Carlos Barbosa

    Ilmo Sr. Secretário da Loja Maçônica; de Portugal.
    Nós da Loja Maçônica, Alexandria 26, estamos em busca de Grandes Lojas, para fazermos uma parceria e, termos um reconhecimento internacional.
    Gostaríamos de um contato inicial para que, nos informe como é feito esta solicitação pois, seria de grande valia para nossos membros que, fazem visitas no seu País..
    Nosso contato, seria inicialmente. com todos os paises com língua portuguesa..
    Aguardo seu retorno
    José Carlos Barbosa
    V.: M.: Alexandria 26
    Ribeirão Preto – São Paulo – Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s