Covid e crise: Entre saúde e economia, há solução

Portugal pode dispor de bons bilhões ou trilhões para combater os efeitos diretos e indiretos do Coronavírus, e impedir a falência de diversos trabalhadores precários, utilizando recursos do pagamento de juros e amortizações da chamada “Dívida Pública”. Assim, o financiamento de medidas de suporte às áreas de assistência social, serviço nacional de saúde, educação, etc. pode fazer frente à epidemia do Covid-19, que ainda não passou.

No Brasil, a proposta é feita pela Coordenadora Nacional da “Auditoria Cidadã da Dívida Pública”, economista Maria Lucia Fatorelli. “Nesse quadro de pandemia de coronavírus, o governo deveria decretar uma completa auditoria da dívida pública, acompanhada da suspensão imediata do pagamento dos juros e encargos, a fim de liberar recursos para investimentos relevantes nessas áreas essenciais à população.”, afirma ela.

A auditora fiscal apresentada pela Receita Federal do Brasil mostra que nos últimos dez anos o Barsil já gastou R$ 1 trilhão com a dívida. Fatorelli sugere que o governo deveria “destinar parte dessa montanha de recursos para minorar as consequências da pandemia do coronavírus.” Para a economista brasileira, uma auditoria deverá dar atenção aos mecanismos financeiros que geram dívida pública interna ilegal e sem contrapartida alguma. “Temos identificado e denunciado. E devem ser interrompidos para destinar os recursos para saúde, educação e assistência social”, afirma.

Em termos percentuais, Portugal encontra-se em situação tão má quanto seu parceiro lusófono: Amargamos uma Divida Pública de 179.788,8 milhões de Euros, segundo PORDATA!. Claramente, ainda mais diante da pandemia, países como Portugal e Brasil encontrariam bom amparo para sua população ao ter estes valores investidos diretamente nas condições de vida dos trabalhadores.

Partilhar Artigo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Artigos recentes
Inscreva-se no blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Join 326 other subscribers

Número de visualizações
  • 1.099.303 hits

Deixe o Seu Comentário!