Abandonados, agricultores organizam o próprio lockdown no interior do Brasil

A ação tomada de maneira independente visa proteger idosos e demais habitantes que fazem parte do Grupo de Risco

“Comunicamos a todos que estamos proibindo a entrada de estranhos em nossa comunidade devido à pandemia de Covid-19. Aos casos de exceção, por favor usem máscaras. Gratos pela compreensão #FiquemEmCasa“.

Essa é a placa de recepção fixada na cerca de arame farpado que corta uma das entradas do Assentamento Araras, na cidade de Amarante, interior do estado do Piauí, no norte do Barsil, onde moradores organizaram de maneira autônoma, um lockdown (bloqueio total) para proteger a população dos riscos do Coronavírus. No assentamento vivem 50 idosos e 90 crianças, de 75 famílias. O assentamento existe a mais de 20 anos e produz alimentos para auto-sustento e comercialização em feiras.

“Fechamos todo o assentamento com arame farpado e colocamos moradores em pontos estratégicos para evitar a entrada de pessoas estranhas na comunidade. Eles seguram cartazes informando a proibição e pedindo para que fiquem em casa”, disse uma moradora que é técnica de enfermagem no local.

Diante do descaso dos governos (o federal, de Bolsonaro; e o também o estadual, da “oposição” Partido dos Trabalhadores), o exemplo de auto-organização popular destes moradores traz resultado: não há nenhuma morte, nem contaminado, e sequer casos suspeitos de Covid-19 no local!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s