Cultura hoje, cultura já

A palavra cultura , de origem latina , destina-se ao cultivo de um terreno. Aplicada a devida analogia, cultura é cultivar o terreno da mente, da educação. Engloba todas classes sociais e elementos de uma sociedade, tendo estado ao longo da história intrinscamente ligada à evolução de consciência do indivíduo e por consequência seus respectivos ambientes. Numa sociedade de mercado comum , que sofre mutações a um ritmo muitas vezes frenético, a cultura serve tambem como ponto de referência a uma identidade comum, permitindo aos países desenvolverem-se sem sacrificar a identidade que os define. Embora relegada ao plano secundário em momentos de emergência, ela assegura na sua base a ideia da sociedade , sólidos alicerces onde  princípios e valores são cimentados, contribuindo posterioremente à criação de normas de conduta , leis , que assegurem uma ideia base.Por outro lado, projeta tambem o futuro ambicionado , utopias que se tornam realidade através do poder da manifestação cultural.

Assistimos no decorrer dos nossos tempos a uma crescente submissão do ser humano ao dinheiro : onde a ideia de Ser superior, conexão com a natureza, pouco mais é do que segmento no ramo da saúde & bem estar . A cultura não passa imune a este fenómeno , estando tambem ela profundamente dependente da economia. Sabendo o quão necessários são , mover meios para executar festivais, peças de teatro , concertos , cimeiras, eventos  não é forçosamente uma corrupção da arte. Essa começa quando aquilo que era o seu meio se torna o seu propósito.

Vemos cada vez mais artigos, inclusive até de luxo , serem nos sugeridos através agentes culturais como artistas,atores, influencers, desportistas. Parcerias, collabs , feats. Tudo misturado , todos os géneros de música baralhados, tudo é tudo .

Esta redefinição da realidade via indefinicao mistura  cultura e  publicidade.Somos bombardeados com  interesses diferentes, contrários até ao cultivo da mente e do espírito.A saturação de informação inibe o filtro que nos permite distanciar cultura de propaganda. Fazem se necessárias novas ideias que religuem à essência num mundo onde formato é tudo .

É aqui que a cultura tem na minha opinião um papel fundamental : transportar-nos da esfera contemporânea para uma dimensão mais intemporal. Uma parte relevante da cultura, uma vez preservada pode mesmo tornar-se tradição/história e como já referida acima, transporta valores  que servem de pilar a uma sociedade justa . Todas as contribuições são válidas quando na medida e no tempo certo, no entanto em alturas como esta , carregadas de incerteza e até receio , torna-se relevante “pescarmos” o que de mais inspirador a nossa cultura nos possa dar, qual combustível do dia a dia.

Por favor , mais Zeca Afonso e menos Zé Camarinha. Lembremos sempre que a cultura responde ao “onde” :

De onde viemos ? Onde queremos ir  ?..

One comment

  1. Caro Walid El Sayed
    PARABENS; Numa pequeno TEXTO e DESCRIÇÃO, conseguiu dizer e transmitir tantas REALIDADES.
    Obrigado Serafim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s