Afinal a “Festa do Avante” Vai ou Não Vai Avante?

Ainda Portugal estava confinado e já se debatia se ia ou não ser realizada a Festa do Avante. Em maio, Jerónimo de Sousa chegou mesmo a comunicar publicamente que o evento se iria realizar sem quaisquer dúvidas por não se tratar de um simples festival de música de verão, numa posição ilógica contra a política anti-eventos que visa reduzir ao máximo a contaminação do novo coronavírus por aglomeração de pessoas em locais públicos. Imediatamente de seguida o governo retificou o diploma que proibia os “festivais de música” até 30 de setembro alargando o âmbito dos eventos para “festivais e espetáculos de natureza análoga”, incluindo assim o polémico evento. Apesar desta alteração Jerónimo de Sousa afirmou sempre que o festival se realizaria, mesmo violando o diploma legal que proibia a realização deste tipo de evento.

Ora a questão principal deste dilema é que Jerónimo de Sousa se está a a sobrepor a uma lei criada pelo próprio governo onde o PCP participa ativamente na criação de leis, por colaboração direta com o PS e o BE. Ou seja, a mensagem que Jerónimo de Sousa está a passar é que a lei é só para ser cumprida por alguns. O que aliás até tem sido verdade, porque temos assistido à realização de eventos onde as pessoas se aglomeram ombro com ombro, como a recente tourada na Ilha Terceira, festas ilegais noturnas e manifestações políticas onde a concentração de pessoas e o incumprimento de normas de higiene e distanciamento claramente violam o diploma de eventos em plena pandemia.

A obstinação do Secretário-Geral do PCP, no entanto, parece dever-se à necessidade do partido lutar pela sua sobrevivênvia eleitoral, já que a última sondagem da Universidade Católica o dá com apenas 6% em coligação com o PEV, no pior resultado de sempre, desde o 25 de Abril. Além disso, a Festa do Avante, um festival com enorme tradição e sucesso no nosso país, representa uma receita financeira para o partido que não pode ser desperdiçada, sobretudo num ano de crise económica. Crise que gera descontentes e por isso mesmo, também uma oportunidade para angariar novos militantes para as fileiras cada vez mais rarefeitas do partido.

No entanto, a grande questão ética de fundo mantém-se: haverá contágio de Covid-19 durante este evento? Jerónimo de Sousa garante que o terreno do evento foi alargado e que serão respeitadas todas as disposições da DGS. Mas todos sabemos que num festival onde os jovens bebem e se animam, que as normas rapidamente se esquecem. No entanto parece não haver volta a dar a este dilema. As normas da DGS são publicadas e enunciadas pomposamente durante os noticiários diária, semanal ou quinzenalmente, mas são apenas para mostrar nos relatórios europeus. Na prática, dentro das quatro linhas cada um faz mais ou menos o que quer, com exceção de centros comerciais ou transportes públicos que têm tido uma maior vigilância por parte das autoridades.

Uma vez que nem o Governo nem a DGS tomam uma posição decisiva sobre esta polémica, alguns cidadãos decidiram avançar com algumas ações. Assim sendo foi lançada recentemente uma Petição Pública para tentar impedir a realização deste evento, com o título “Anulação imediata da Festa do Avante deste Ano”, que será entregue no Tribunal Constitucional, por se tratar de um evento que parece contrariar as normativas da DGS e do Governo. Também Carlos Valente, dirigente desportivo e empresário decidiu entregar uma Providência Cautelar no Tribunal do Seixal. No caso de ser aceite (e tudo indica que sim, por o evento violar a Lei da proibição da realização de eventos até 30 de setembro) poderá bloquear definitivamente a Festa do Avante de 2020, marcada já para os dias 4, 5 e 6 de setembro.

O que vai prevalecer? A Lei que protege os cidadãos do contágio pandémico ou a vontade de um líder político obstinado, que coloca os interesses do seu partido acima dos interesses do bem-estar dos cidadãos portugueses e acima das Leis da República, na qual diz acreditar?

Texto de Pedro M. Duarte

Partilhar Artigo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Artigos recentes
Inscreva-se no blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Join 328 other subscribers

Número de visualizações
  • 1.111.749 hits

Deixe o Seu Comentário!