A “Sopa Azeda” com dois ingredientes chamada “Presidenciais 2021”

Ainda não sabemos se Ana Gomes será – ou não – candidata às Eleições Presidenciais de 2021. Mas sabemos que é preciso evitar a transformação da República numa espécie de “sopa azeda” com apenas dois ingredientes: Marcelo e Ventura. É preciso que exista espaço e opções políticas diferentes do “discurso do regime”: cinzento e centrista de Marcelo e do Populismo (que caracteriza o discurso público de André Ventura.

Não quero, sequer, conceber que em 2021 vamos ter apenas uma figura política de primeiro plano no boletim de voto: Marcelo e esse deserto de ideias ou catavento de propostas que é Ventura: Portugal merece melhor e a qualidade da nossa democracia exige-o.

Se este vazio à volta de Marcelo se confirmar estamos mesmo perante um eucalipto que seca tudo à sua volta e que esvazia o centro-esquerda e o centro-direita a seu favor reforçando um papel que se assemelha cada vez mais ao Sidónio Pais: o Presidente-Rei dos começos do século XX. Espero portanto, e apenas por isso mas não apenas por isso, que Ana Gomes avance. Ou que, se finalmente, optar por não o fazer tenhamos pelo menos uma alternativa forte e credível ao par Marcelo-Ventura.

Rui Martins

Partilhar Artigo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Artigos recentes
Inscreva-se no blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Join 324 other subscribers

Número de visualizações
  • 1.091.746 hits

Deixe o Seu Comentário!