Uma Definição Simples e Eficaz do Fascismo: Cobardia

Nota Editorial (08.05.2020): A palavra “Cobardia” foi adicionada ao título.

O melhor símbolo para representar o Fascismo é o Fascio (também ‘Fasces’). Um Fascio consiste de vários paus juntos que depois sustentam uma só cabeça de machado, ou seja, o Fascismo apela à unidade entre vários grupos para poder então atacar um inimigo comum. No principio do século XX, o inimigo favorito dos Facistas eram os Judeus.

Alguns vêm com alguma estranheza a aliança crescente entre Fascistas e certos setores sionistas no principio do século XXI, nomeadamente ao apontarem os dois para o suposto perigo Islâmico. Isto não deveria ser surpresa nenhuma, é somente o Fascismo a ser Fascista. Hoje as comunidades Judaicas tendem a ter, no Ocidente, demasiada riqueza e influência política para serem facilmente atacadas. Os novos Fascistas Ocidentais, como Le Pen, Wilders, Farage, Trump, entre outros, escolheram então um outro inimigo, as comunidades Islâmicas, mais frágeis e contra as quais a imprensa tem vindo a fazer há mais de uma década uma campanha de demonização incessante.

O Fascismo é uma ideologia política que apela à unidade entre os setores mais fortes da sociedade contra os setores mais fracos e desfavorecidos, apresentando-os como uma ameaça à sociedade no seu todo. O Fascismo vive dentro desta contradição- ao atacar sempre os mais fracos adopta uma atitude cobarde para tentar projetar uma imagem de coragem e força.

João Silva Jordão

Uma resposta

Leave a Reply